Skip to main content

IB-S: O que é?


A UMinho acolhe o IB-S, a nova unidade de investigação dedicada à sustentabilidade do ambiente construído e natural.

O IB-S custou cerca de 7 milhões de euros, dos quais aproximadamente 5,6 milhões provenientes de fundos comunitários (comparticipação FEDER), no âmbito do programa ON.2.

A sua valência de Braga acolhe laboratórios para ciências biológicas, biodiversidade, biotecnologia e ecologia, enquanto a valência de Guimarães centra-se nas ciências dos materiais, produção e gestão de energia, sensores, conservação e reabilitação do ambiente construído. Os imóveis são energicamente eficientes e têm aspeto arrojado, respetivamente um cubo de arestas curvas desenhado por António Fontes e um bloco verde “perfurado” por nanotubos de carbono idealizado por Cláudio Vilarinho.

O IB-S quer colocar a ciência ao serviço de um modelo de vida sustentável e com maior qualidade nos ambientes construído e natural. Vai também contribuir para criar spin-offs, promover formação pós-graduada e difundir conhecimento, em conjunto com empresas, autarquias, associações, particulares e unidades científico-tecnológicas. O IB-S é uma parceria entre o Centro de Biologia Molecular e Ambiental (CBMA) e o Instituto para a Sustentabilidade e Inovação em Estruturas de Engenharia (ISISE), representados respetivamente pelos professores Cândida Lucas e Paulo Lourenço. Tem como diretor-executivo o professor Tiago Miranda e como presidente do conselho estratégico José Teixeira, do grupo dst.


 

Mais informações

 

FEDER